Informação sobre erisipela, causas, sintomas, diagnóstico e tratamento da erisipela, assim como formas de melhorar os sintomas desta doença. Abordagem de caracter educacional e informativo sobre complicações associadas à erisipela.


Sintomas da erisipela

A erisipela, tem um período de incubação de três dias em média, com mal estar geral, astenia e cefaléia, náuseas e vômitos ocasionais, aparecimento de febre alta (até 40º), que pode durar de um a quatro dias, com calafrios, prostração e até delírios, sintomas e sinais que podem ser frustros nos idosos e imunodeprimidos. Aparece então lesão de pele vermelha, brilhante e dolorosa, com edema associado (“casca de laranja”), com bordos definidos, limitando-se à pele e linfáticos, com aumento da temperatura local. Essas lesões se disseminam, evoluindo para vesículas e flictenas, bolhas com conteúdo liquido (citrino, sanguíneo, purulento ou misto, concomitante), ulceras e necrose. Quando complicada, pode evoluir para abscessos, necrose superficial com ulcerações, celulite e fasciíte necrotizante, geralmente associados a Staphilococus aureus e Pseudomonas aeruginosa, podendo evoluir para confusão mental e óbito pela grande toxicidade, em pacientes idosos, diabéticos e imunosuprimidos. O linfedema pode ocorrer tardiamente em pacientes com infecções de repetição.
Índice dos artigos relativos a Erisipela
POSTAGENS POPULARES

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL