Informação sobre erisipela, causas, sintomas, diagnóstico e tratamento da erisipela, assim como formas de melhorar os sintomas desta doença.


Sintomas da erisipela

A erisipela, tem em média um período de incubação de três dias, causando mal estar geral, astenia, cefaleia, náuseas, vômitos ocasionais, aparecimento de febre alta (até 40º), que pode durar de um a quatro dias, acompanhada de calafrios, prostração e até delírios, sendo estes sintomas e sinais que podem ser verificados em idosos e indivíduos imunodeprimidos.

Após o período de incubação aparecem lesões de pele vermelha, brilhante e dolorosa com edema associado (“casca de laranja”). As lesões têm bordos definidos, e limitam-se à pele e linfáticos, apresentando aumento da temperatura local. Estas lesões disseminam-se, evoluindo para vesículas e flictenas, bolhas com conteúdo liquido, ulceras e necrose. Quando a erisipela se torna complicada, pode evoluir para abscesso, necrose superficial com ulcerações, celulite e fasciíte necrotizante (geralmente associados a Staphilococus aureus e Pseudomonas aeruginosa), podendo evoluir para confusão mental e óbito em pacientes idosos, diabéticos e imunosuprimidos devido à grande toxicidade,. O linfedema pode ocorrer tardiamente em pacientes com infecções de repetição.

Erisipela é causada por bactérias

Erisipela é causada por bactérias que penetram a barreira exterior da pele. As bactérias que mais comumente causam erisipela são conhecidas como estreptococos, e estes vivem normalmente na pele e noutras superfícies do corpo, sem causar danos. No entanto, eles podem introduzir-se na pele através de um corte ou de uma ferida na pele. As condições que causam rupturas na pele, como o pé de atleta e eczema, o que por vezes pode levar à obtenção de erisipela.
Erisipela é uma infecção bacteriana na camada superior da pele. Erisipela é similar a outra doença de pele conhecida como celulite grave, uma infecção nas camadas inferiores da pele. Na prática, torna-se quase impossível para os médicos diferenciar entre as duas condições, mas isso não é um problema, já que são tratadas da mesma forma. Erisipela ocorre mais frequentemente nas pernas, mas também afeta comumente o rosto.

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL